De quanto é a dívida externa do Brasil

Descubra o valor da dívida nacional.
Publicado em 22/06/2017

O tempo todo ouvimos falar da dívida externa do Brasil. A última informação divulgada pelo Banco Central e repetida por todos os meios de comunicação é que a dívida externa do Brasil, atualizada, é de US$337,8 bilhões. Essa informação pode ser acessada através da página do Banco Central, no link a seguir:

www.bcb.gov.br/?ECOIMPEXT

Dúvida:Isso significa que o governo brasileiro deve 337,8 bilhões de dólares para outros países ou organismos internacionais?

Na realidade, não.

Em primeiro lugar, imagine um conjunto formado por todas as pessoas físicas ou jurídicas que residem no Brasil. Todas as pessoas físicas, todas as empresas, todos os estados, todos os municípios e, também a União. Imaginou este conjunto? Este conjunto é, basicamente, todo mundo do Brasil.

Então, vamos chamar este conjunto de "Todo mundo do Brasil".

A dívida externa do Brasil é a soma de todos os empréstimos que "Todo mundo do Brasil" pegou no exterior.

Ou seja, dentro daqueles 337.8 bilhões de dólares de nossa dívida, tem empréstimo que pessoas físicas contraíram de entidades estrangeiras. Dentro daqueles 337.8 bilhões de dólares de nossa dívida, tem empréstimo que pessoas jurídicas privadas contraíram de entidades estrangeiras.

Aliás, a maior parte do valor da nossa dívida externa vem dessas pessoas. Pessoas física ou pessoas jurídicas privadas.

Segundo o Banco Central:

Ou seja, a dívida externa do setor público é de 127,6 bilhões de dólares (121,9 + 5,7). Enquanto a dívida do setor privado é de 206 bilhões (161 + 45). Perceba que a maior parte da dívida é do setor privado. Lembrando que a tabela acima é sobre a posição em 31/12/2015. Naquela ocasião a dívida externa era de 334,6 bilhões de dólares. Hoje ela é de 337,8 bilhões.

Portanto a maior parte da dívida externa não é dívida do governo federal, estadual ou municipal. E sim, dívida de pessoas físicas ou jurídicas privadas.

Caso deseje informações mais completas a respeito da dívida externa do Brasil, basta acessar o link abaixo, para conferir uma planilha disponibilizada pelo Banco Central.

www.bcb.gov.br/ftp/NotaEcon/NI201605sep.zip

Talvez seja de seu interesse
3,98 ms